UFPR HÍBRIDA

Como implantar a educação híbrida?



Como elaborar o plano de ensino de acordo com a Resolução CEPE nº 72/10

O Plano de Ensino – ficha 02 –  é o documento que orienta a disciplina.Para realização do ajuste/reformulação curricular para implantação da Educação Híbrida é necessário que se preencha a ficha 2, que deverá ser atualizada sempre que necessário, mediante aprovação pelo departamento ou unidade responsável pela oferta e homologação pelo(s) colegiado(s) do(s) curso(s) envolvido(s).

A Resolução nº 72/10 CEPE solicita no artigo 5º o detalhamento dos dados do plano de ensino – Ficha 2 – em especial os procedimentos didáticos que diferem do plano de ensino de uma disciplina da modalidade presencial.

Os procedimentos didáticos indicam as grandes linhas de ação utilizadas pelo docente em suas aulas para o desenvolvimento dos conteúdos curriculares e alcance dos objetivos pretendidos.

 

Para disciplinas com carga horária híbrida ou EaD é necessário detalhar os itens abaixo:

 a) sistema de comunicação: discorrer sobre as ferramentas disponíveis no AVA ou outros meios que serão utilizados para se comunicar com os estudantes, por exemplo: redes sociais, AVA – ambiente virtual de aprendizagem, telefone, web conferência, skype,email,chat.

b) modelo de tutoria a distância e presencial: descrever quem exercerá a tutoria e como será realizada. Neste caso, o professor é o tutor. O professor deverá realizar capacitação em EaD ou ter experiência comprovada para atuar em programas de EaD e destinar carga horária específica para os momentos presenciais e para os momentos a distância.

c) material didático específico: definir os tipos de materiais que serão utilizados para a consecução da disciplina e como serão utilizados.

d) infraestrutura de suporte tecnológico, científico e instrumental à disciplina: descrever a infraestrutura que o setor/departamento possui sendo necessário possuir laboratório de informática e internet para os estudantes que eventualmente não tenham outra forma de acesso

e) previsão de período de ambientação dos recursos tecnológicos a serem utilizados pelos discentes: contemplar um período para a ambientação desses estudantes no início da disciplina

f) identificação do controle de frequência das atividades: para o controle de frequência presencial deverá haver lista de chamada. Nos momentos a distância a participação e a postagem das atividades serão computadas na frequência do estudante.

g) Avaliação: definir formas de avaliação e previsão de avaliações presenciais. Deve incluir os instrumentos de avaliação, critérios de avaliação, o valor (peso) de cada atividade proposta e a média mínima para aprovação.

fluxo_implementacaoeh

 

Modelo Ficha 2

Dicas para elaboração da ficha 2


CIPEAD - Coordenação de Integração de Políticas de Educação a Distância da Universidade Federal do Paraná
Praça Santos Andrade, 50 - Centro - Telefone:(41)3310-2657 - CEP:80.020-300 - Curitiba/PR
CIPEAD no Facebook